Primeira música em inglês do grupo Pussy Riot homenageia negro morto nos EUA

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015 18:12 BRST
 

NOVA YORK (Reuters) - O grupo punk rock russo Pussy Riot lançou sua primeira canção em inglês nesta quarta-feira, uma homenagem musical para Eric Garner, que foi morto ao ser imobilizado no pescoço pela polícia e cuja morte provocou amplos protestos contra a violência policial nos Estados Unidos.

Nadya Tolokonnikova e Maria Alyokhina gravaram a canção "I Can't Breathe" ("Eu Não Consigo Respirar") em Nova York em dezembro, depois que o grande júri decidiu não indiciar um policial branco de Nova York envolvido na morte de Garner.

A dupla disse que dedicava a sua primeira canção em inglês a Garner. Batizada de "Eu Não Consigo Respirar", o título é uma referência às palavras repetidas pela vítima antes de sua morte.

"Essa música é para Eric e todos aqueles da Rússia e dos EUA e ao redor do mundo que sofrem com o terror de Estado - mortos, imobilizados, pereceram por causa da guerra e da violência de todos os tipos patrocinada pelo Estado", disseram as russas em comunicado.

No vídeo divulgado no YouTube, as cantoras, que vestem uniformes da polícia antimotim russa, são lentamente enterradas vivas.

Alyokhina e Tolokonnikova passaram quase dois anos na prisão após serem condenadas por vandalismo motivado por religião na sequência de um protesto em 2012 contra o presidente russo, Vladimir Putin, dentro de uma catedral de Moscou.

A prisão e a sentença de quase dois anos provocaram um clamor global. Elas foram libertadas em 2013 depois que Putin lhes concedeu anistia.

(Reportagem de Patricia Reaney)

 
As cantoras russas Alyokhina e Tolokonnikova respondem a perguntas na Universidade de Harvard. 15/09/2014.   REUTERS/Brian Snyder