Sem tubo respirador, situação de filha de Whitney Houston é estável

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015 18:40 BRST
 

(Reuters) - Os médicos retiraram um tudo que ajudava Bobbi Kristina Brown, filha da falecida cantora Whitney Houston, a respirar desde que foi encontrada inconsciente numa banheira no mês passado, mas nenhuma decisão foi tomada sobre a retirada dos aparelhos que a mantêm viva, disse uma fonte da família nesta quinta-feira.

A fonte, que não quis ser identificada, disse que a condição geral de Brown não mudou. Retirar o tubo de respiração foi um procedimento padrão para evitar uma infecção, disse a fonte.

Familiares disseram que Brown, de 21 anos, única filha dos cantores Bobby Brown e Whitney Houston, está lutando pela vida no hospital da universidade Emory, em Atlanta, depois que foi achada em 31 de janeiro de bruços e inconsciente numa banheira de sua casa.

Eles falaram pouco sobre o tratamento da aspirante a cantora ou do prognóstico médico, e Bobby Brown pediu privacidade.

A polícia em Roswell, Georgia, está tratando o caso como uma investigação criminal e tem interrogado as pessoas sobre as circunstâncias que levaram Bobbi a ser encontrada na banheira.

Whitney, seis vezes vencedora do Grammy e atriz, que lutou contra o abuso de substâncias, morreu afogada numa banheira de hotel em Beverly Hills, na Califórnia, em 11 de fevereiro de 2012. As autoridades disseram que o uso de cocaína e doença cardíaca contribuíram para a morte dela aos 48 anos.

(Reportagem de Colleen Jenkins)

 
Bobbi Brown, filha da falecida cantora Whitney Houston, participa de estreia de filme em Hollywood. 16/08/2012 REUTERS/Fred Prouser