Restauradores holandeses se oferecem para reparar fonte italiana danificada por torcedores

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015 15:49 BRT
 

ROMA/AMSTERDÃ (Reuters) - Uma empresa holandesa de restauração se ofereceu para reparar uma fonte de 400 anos no centro histórico de Roma, danificada na semana passada por torcedores bêbados do time de futebol Feyenoord, de Roterdã.

Os torcedores atiraram garrafas de cerveja na fonte Barcaccia, concebida pelo famoso escultor Pietro Bernini, antes de uma partida da Liga Europa contra o Roma na quinta-feira passada.

A obra de pedra ficou lascada, e as autoridades da cidade ainda estão avaliando a extensão do estrago.

Funcionários da empresa holandesa Royal Woudenberg tiveram a ideia de oferecer seus serviços ao prefeito de Roma durante o intervalo de almoço na terça-feira.

“Achamos o que aconteceu realmente chocante e quisemos fazer um gesto aos italianos”, disse Lily Derksen, porta-voz da empresa Janssen de Jong, dona da companhia de restauração.

Derksen afirmou que a empresa está disposta a gastar até 50 mil euros nos reparos, e que se a reforma custar mais buscará a ajuda de terceiros. O governo holandês declarou que vai apoiar iniciativas individuais para reparar os danos.

A porta-voz disse que a Royal Woudenberg, que tem a seu crédito a renovação do museu Rijksmuseum de Amsterdã, fez a oferta em uma carta ao embaixador italiano em Haia.

Em um comunicado na noite de terça-feira, o ministro da Justiça da Holanda, Ivo Opstelten, disse que as autoridades de seu país irão enviar uma equipe a Roma para ajudar os italianos a levar os vândalos à justiça.

(Por Isla Binnie em Roma e Thomas Escritt em Amsterdã)

 
Torcedores do Feyenoord observam a fonte chamada de  "Barcaccia" durante confronto com a polícia italiana antes do jogo de futebol da Liga Europa contra o Roma 19/02/ 2015. REUTERS/Yara Nardi