Rainha Elizabeth retira honraria de Rolf Harris, condenado por abuso infantil

terça-feira, 3 de março de 2015 16:27 BRT
 

LONDRES (Reuters) - A rainha Elizabeth, da Grã-Bretanha, cancelou uma honraria que havia concedido ao veterano artista Rolf Harris em 2006, depois que ele foi condenado no ano passado por crimes de abuso sexual infantil, segundo um comunicado oficial divulgado nesta terça-feira.

Harris, figura querida em sua Austrália natal e na Grã-Bretanha, seu lar adotivo, recebeu uma pena de quase seis anos em julho passado por abusar repetidamente de meninas ao longo de décadas, quando era apresentador de programa infantil.

Uma nota na London Gazette, espécie de Diário Oficial britânico, afirmou que a honraria real concedida a Harris, que pintou um retrato da monarca em 2005, foi rescindida.

"A rainha orientou que a escolha de Rolf Harris como Comandante da Divisão Civil da Excelentíssima Ordem do Império Britânico, datada de 17 de junho de 2006, será cancelada e anulada e que seu nome será apagado do Registro da dita Ordem", diz o comunicado.

A polícia e os promotores disseram que Harris, artista e músico que alcançou o sucesso nos anos 1950 com a canção "Tie Me Kangaroo Down, Sport", usou a fama para abusar de garotas durante anos.

Ele foi a figura de maior destaque a ser condenada desde que a polícia britânica iniciou um inquérito abrangente sobre crimes sexuais de celebridades, na esteira das revelações de três anos atrás de que o falecido apresentador da BBC Jimmy Savile foi um pedófilo durante muito tempo.

(Reportagem de Michael Holden)

 
O artista Rolf Harris chega a um tribunal em Londres, no ano passado. 04/07/2014 REUTERS/Toby Melville