Avião vintage de Harrison Ford tinha sido restaurado, dizem autoridades

sexta-feira, 6 de março de 2015 17:33 BRT
 

LOS ANGELES (Reuters) - O ator Harrison Ford estava pilotando um avião vintage da Segunda Guerra Mundial que havia passado por uma restauração de alto padrão, quando caiu num campo de golfe de Los Angeles depois de relatar uma falha no motor, disse um investigador federal nesta sexta-feira.

Momentos depois que Ford decolou seu avião monomotor de 1942 na quinta-feira do Aeroporto de Santa Monica, ele tentou voltar para pousar, cortou uma árvore e caiu no campo de golfe Penmar Golf Course, pouco antes da pista, segundo as autoridades.

O investigador do Comitê Nacional de Segurança nos Transportes (NTSB, na sigla em inglês), Patrick Jones, indicou, sem nomear Ford, que investigadores federais ainda não conversaram com o ator, um aviador experiente que foi hospitalizado após o acidente.

Os registros de aviação listam o avião como uma aeronave Ryan Aeronautical ST-3KR, que também é conhecida como PT-22 Recruit.

"Meu entendimento é que ele foi restaurado e, na verdade, se tratava de uma restauração premiada", disse Jones disse a repórteres no local do acidente, acrescentando que os pesquisadores planejam em breve desmontar o avião e transportá-lo para outro local para inspeção.

O ator de 72 anos, que atuou em filmes de grande sucesso na década de 1980, deve ter uma recuperação completa dos ferimentos que, segundo seu agente, não ameaçam a vida de Ford.

Os bombeiros disseram que Ford, conhecido pelos seus trabalhos em "Os Caçadores da Arca Perdida" e "Star Wars", foi levado a um hospital local e seu estado era de estável a moderado.

Antes do acidente, Ford descreveu um problema com o seu avião para controladores de tráfego aéreo na quinta-feira numa breve gravação que foi divulgada mais tarde à imprensa.

"Falha de motor; retorno imediato", disse Ford em voz tensa na gravação, antes de obter autorização para pousar numa pista.   Continuação...

 
Avião do ator Harrison Ford sofre acidente em Los Angeles. 06/032015.  REUTERS/Lucy Nicholson