Egito investiga vídeo de sexo explícito filmado nas pirâmides

sábado, 7 de março de 2015 14:09 BRT
 

CAIRO (Reuters) - O Egito está investigando como turistas estrangeiros conseguiram filmar um vídeo pornográfico perto das Pirâmides de Gizé, disse o governo. 

"Há filmagens ilegais de cenas pornográficas na área das pirâmides, feitas por uma turista estrangeira", disse o ministro Mamdouh al-Damaty em comunicado de quinta-feira, acrescentando que havia encaminhado a questão ao promotor público. 

O vídeo de 10 minutos foi postado online no ano passado, segundo o jornal Al Masry Al Youm, mas o incidente só ganhou ampla atenção quando o jornal publicou uma matéria sobre ele com imagens esfumaçadas dos seios de uma mulher. 

O jornal dizia que os vídeos mostram nudez e atos de sexo por turistas que falam em russo nas proximidades das pirâmides de 4.500 anos e da Esfinge. A Reuters não conseguiu confirmar o conteúdo do vídeo. 

A filmagem provocou controvérsias em comentários online no conservador país muçulmano. 

O turismo é uma das principais fontes de renda e de divisas internacionais no Egito, mas quatro anos de distúrbios políticos desde os levantes da Primavera Árabe que depuseram Hosni Mubarak afugentaram muitos turistas estrangeiros.

O governo diz que o turismo deve demorar pelo menos mais dois anos para retornar aos níveis de antes de 2011. 

(Reportagem de Stephen Kalin)