Rapper Kanye West chega a acordo em processo movido por fotógrafo após briga

terça-feira, 7 de abril de 2015 20:50 BRT
 

LOS ANGELES (Reuters) - Kanye West chegou nesta terça-feira a um acordo com o fotógrafo que o processou por causa de uma briga em 2013, e o rapper concordou com os termos de um pedido de desculpas, evitando assim a necessidade de um julgamento.

West, de 37 anos, resolveu entrar em acordo no caso aberto pela advogada Gloria Allred, especializada em celebridades, em nome de Daniel Ramos, que se envolveu em uma altercação com o rapper em frente ao aeroporto internacional de Los Angeles, em julho de 2013. 

Allred não revelou os termos da conciliação, mas disse que uma das exigências incluíam um pedido de desculpas de West para Ramos, momento que foi fotografado. A imagem foi distribuída junto com uma nota nesta terça-feira.

“Acreditamos que esse caso transmite uma mensagem importante. Celebridades não estão acima da lei, e não têm direito de atacar fisicamente alguém simplesmente por fazerem uma pergunta”, disse Allred.

Representantes de West não responderam a pedidos de comentário. Após a conciliação, Allred afirmou ter pedido a retirada do caso, que tinha audiência marcada para 14 de abril.

West não contestou as acusações feitas em uma corte de Los Angeles, em 2014, sobre supostas contravenções cometidas por ele no incidente envolvendo Ramos, que foi todo filmado e publicado no portal de notícias sobre celebridades TMZ. O vídeo mostra o rapper investindo contra Ramos.

West foi colocado em liberdade condicional por 24 meses e ordenado a completar 240 horas de serviço comunitário, assim como a participar de 24 sessões de terapia para controle de raiva.

(Reportagem de Piya Sinha-Roy)

 
Rapper Kanye West durante a Paris Fashion Week. 06/03/2015. REUTERS/Charles Platiau