16 de Abril de 2015 / às 14:03 / 2 anos atrás

Novo Gus Van Sant e adaptação cinematográfica de Macbeth vão agitar 68º Festival de Cannes

Diretor Gus Van Sant em Berlim. 8/2/2013 REUTERS/Tobias Schwarz

PARIS (Reuters) - O filme “The Sea of Trees”, do diretor Gus Van Sant, e o “Macbeth” de Justin Kurzel irão agitar o 68º Festival Internacional de Cinema de Cannes, ao qual Woody Allen retorna após um hiato de três anos.

“Carol”, drama de Todd Haynes estrelado por Cate Blanchett sobre um caso de amor entre lésbicas, é mais um item da lista.

Matthew McConaughey e Naomi Watts protagonizam a história enigmática de Van Sant a respeito de um norte-americano suicida que conhece um japonês em uma floresta, e Michael Fassbender conduz a adaptação de Kurzel para o “Macbeth” de William Shakespeare, que ainda conta com Marion Cotillard no elenco.

Van Sant já foi premiado com a Palma de Ouro de melhor filme, a maior distinção de Cannes, em 2003 com “Elefante”.

O diretor-geral do festival, Thierry Fremeaux, disse em uma coletiva de imprensa que 1.854 filmes se inscreveram para a seleção do evento, que transcorre entre os dias 13 e 24 de maio.

Ele revelou 42 – 16 competindo pela Palma de Ouro –, que ele afirmou serem “cerca de 90 por cento” da seleção, a ser finalizada no começo da próxima semana.

Fremeaux desmentiu os boatos de que os ‘selfies’ serão proibidos no tapete vermelho, embora tenha classificado a prática como “ridícula e grotesca”.

O taiwanês Hou Hsiao Hsien, um dos diretores mais renomados dos anos 1990, também está na competição com “The Assassin”, com o qual espera conquistar o prêmio principal depois de ser agraciado com o Prêmio do Júri por “The Puppetmaster” em 1993.

O diretor italiano Nani Moretti, vencedor da Palma de Ouro em 2001 por “O Quarto do Filho” e presidente do júri em 2012, compete com “Mia Madre”.

O norte-americano Woody Allen também está de volta para exibir seu “An Irrational Man”, protagonizado por Joaquin Phoenix e Emma Stone, embora tenha se recusado a ser incluído entre os competidores, como de praxe.

“Não consegui convencê-lo. Liguei para ele e tudo que consegui foi um riso desdenhoso”, disse Fremeaux sobre Allen, que mostrou seu “Meia-Noite em Paris” no evento em 2011.

Natalie Portman irá apresentar sua estreia na direção, “Sipur Al Ahava Ve Chosheh”, em uma das cinco exibições especiais programadas. “Amy”, documentário de Asif Kapadia sobre a falecida cantora e compositora Amy Winehouse, é uma das atrações exibidas à meia-noite.

Como anunciado anteriormente, “Mad Max : Fury Road”, de George Miller, irá estrear fora da competição um dia antes de seu lançamento mundial.

A 68ª edição do festival, presidida pelos cineastas Joel e Ethan Coen, irá homenagear a atriz Ingrid Bergman, que teria feito 100 anos em 2015 e cuja filha, Isabella Rossellini, irá presidir um dos júris.

         (Por Julien Pretot)

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below