Outras três mulheres acusam comediante Bill Cosby de assédio sexual

quinta-feira, 23 de abril de 2015 20:23 BRT
 

LOS ANGELES (Reuters) - Outras três mulheres acusaram Bill Cosby de abusá-las sexualmente décadas atrás, nesta quinta-feira, no momento em que o comediante se prepara para seu último show de uma turnê nos Estados Unidos.

Janice Baker Kinney, Marcella Tate e Atutumn Burns disseram, em uma coletiva de imprensa organizada pela advogada de celebridades Gloria Allred, que Cosby, de 77 anos, as drogou e violentou em incidentes separados, entre 1970 e 1982.

Elas se juntam a mais de três dezenas de mulheres, muitas representadas por Allred, que fizeram acusações públicas similares contra o comediante ao longo do ano passado.  

Cosby, famoso por seu personagem Dr. Cliff Huxtable, o pai na série norte-americana “The Cosby Show”, nunca chegou a ser denunciado por qualquer das acusações. Em 2005, ele entrou em conciliação para encerrar um processo de má-conduta sexual.

Os representantes de Cosby não responderam a pedidos de comentário feitos nesta quinta-feira. O advogado de Cosby, Marty Singer, disse antes que acusações similares feitas por outras mulheres eram “difamatórias” e foram “desacreditadas”.

(Por Dana Feldman)

 
Autumn Burns, Janice Baker Kinney e Marcella Tatea concedem entrevista em Los Angeles. 23/04/2015. REUTERS/Jonathan Alcorn