Stephen Hawking diz a fãs de One Direction que Zayn pode estar na banda em universo paralelo

segunda-feira, 27 de abril de 2015 12:33 BRT
 

(Reuters) - Qual é o efeito cosmológico da saída do cantor Zayn Malik da banda de sucesso One Direction e, consequentemente, o desapontamento de milhões de garotas adolescentes em todo o mundo?

O conselho do cosmólogo britânico Stephen Hawking para as fãs de coração partido é seguir a física teórica, porque Malik pode muito bem ainda ser um membro do grupo pop em outro universo.

O físico fez uma pausa em seu trabalho como um dos principais cientistas do mundo para responder à pergunta de uma fã abalada pela ruptura da banda, durante uma palestra na Sydney Opera House, no fim de semana.

"Finalmente uma pergunta sobre algo importante", afirmou Hawking, que apareceu via holograma, provocando risos na plateia.

"Meu conselho para qualquer jovem de coração partido é prestar atenção ao estudo da física teórica, porque, um dia, pode muito bem haver a prova de múltiplos universos", disse.

"Não está além do domínio das possibilidades que em algum lugar fora de nosso próprio universo haja um outro e diferente universo, e nesse universo Zayn ainda está no One Direction."

O cientista, que vive em uma cadeira de rodas e, aos 21 anos, recebeu o diagnóstico de uma doença neurológica motora, apareceu no evento na forma de um holograma transmitido de Cambridge, Inglaterra.

Agora com 73 anos, ele é conhecido por seu trabalho sobre buracos negros e por seu best-seller internacional "Uma Breve História do Tempo".

Malik saiu da banda no mês passado, dizendo que queria viver uma vida normal depois de cinco anos de turnês e apresentações com a boy band.

(Reportagem de Marie-Louise Gumuchian)

 
Ex-membro do One Direction Zayn Malik em tapete vermelho de evento em Londres. 17/04/2015 REUTERS/Cathal McNaughton