27 de Abril de 2015 / às 20:59 / 2 anos atrás

Atriz Salma Hayek explora herança libanesa em filme

Atriz Salma Hayek concede entrevista à Reuters em Beirute. 27/04/2015. REUTERS/Mohamed Azakir

BEIRUTE (Reuters) - A atriz Salma Hayek afirmou nesta segunda-feira que seu novo filme, “O Profeta”, foi um trabalho de amor que a ajudou a explorar a relação com o avô libanês, um fã do livro que inspirou o filme.

Inspirado no livro de 1923, do escritor nascido no Líbano Kahlil Gibran, o filme de animação conta a história de Almitra, uma jovem que mantém uma amizade com o poeta preso Mustafá, cuja voz é do ator Liam Neeson.

A atriz coproduziu o filme e faz a voz da mãe de Almitra, Kamila. A história se passa em uma cidade imaginária na costa e explora temas caros a Gibran, como amor e espiritualidade.

“Por meio desse livro eu conheci meu avô, com esse livro meu avô me ensinou sobre a vida”, disse a atriz a jornalistas em Beirute, onde lançou o filme.

“Para mim, isto é uma carta de amor a meu legado.”

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below