Mulheres adotam “cabelo da vovó” e penteados com vários tons de cinza

quarta-feira, 29 de abril de 2015 12:23 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - Embora muitas pessoas tentem esconder seus fios brancos e passem horas tentando mudar os sinais do avanço da idade, ter cabelo grisalho pode não mais obrigar as pessoas a usar tintura, já que o visual “cabelo da vovó” está na moda.

Jean-Paul Gaultier, Chanel e Gareth Pugh, entre outros, desfilaram suas modelos com cabeleiras prateadas e desde então muitas seguiram o exemplo.

Vista em celebridades como Lady Gaga, Pink, Rihanna, Nicole Ritchie e Kelly Osborne, a tendência de cabelos cinza, brancos ou lavanda vem sendo adotada por mulheres de todo o mundo, e milhares podem ver fotos nas mídias sociais com a hashtag #grannyhair (cabelo da vovó).

“O cabelo da vovó é basicamente cabelo prateado, qualquer tom de cinza no cabelo: cinza metálico, cinza prateado, branco-bem-branco, platinado com subtons de violeta ou prata”, explicou a cabeleireira nova-iorquina Jan-Marie Arteca. “Essa é a tendência.”

Muitos blogs e revistas de moda dizem que o visual é a tendência de cor de cabelo “mais quente” para 2015, e o site boredpanda pediu às mulheres que postassem fotos de seu “cabelo da vovó” em uma página que foi vista mais de 500 mil vezes desde então.

Mas o processo pode ser demorado, já que toma pelo menos duas horas para descolorir os cabelos e acrescentar a nova cor, e nada barato, variando entre 200 e mais de 700 dólares, dependendo da cor e das condições do cabelo. E os retoques têm que ser feitos aproximadamente a cada quatro semanas.

(Por Angela Moore e Reuters Television, em Nova York)