Após prisão do filho, Jackie Chan alerta jovens de Cingapura sobre o perigo das drogas

quinta-feira, 7 de maio de 2015 11:08 BRT
 

CINGAPURA (Reuters) - Ao ser nomeado nesta quinta-feira a primeira celebridade no cargo de embaixador antidrogas de Cingapura, o astro de Hong Kong dos filmes de kung fu Jackie Chan procurou alertar os jovens da cidade-Estado para o perigo das substâncias ilegais, ao falar sobre os crimes cometidos pelo filho por causa das drogas.

O filho dele, Jaycee Chan, foi libertado de uma prisão chinesa em fevereiro, depois de cumprir uma sentença de seis meses por delitos relacionados com drogas. Ele havia sido acusado formalmente no ano passado do "crime de abrigar outros para uso de drogas", depois de testar positivo para maconha e a polícia dizer que havia encontrado 100 gramas da droga em sua casa em Pequim.

"Eu nunca pensaria que iria acontecer com a minha família. O dia em que descobri, fiquei tão envergonhado, fiquei com muita raiva. Como isso aconteceu?", disse Chan. "Eu fiquei muito irritado, mas isso me fez mais determinado a lutar contra as drogas".

No evento em Cingapura, Chan, nomeado embaixadora antidrogas por Pequim em 2009, tentou convencer os jovens presentes a não se envolverem com drogas.

"Nunca pense que você não vai ficar viciado, porque não só você está prejudicando a si mesmo... sua dependência de drogas irá prejudicar a sua família", afirmou o ator.

(Reportagem da Reuters Television)

 
Jackie Chan em evento com jovens de Cingapura. 07/05/2015 REUTERS/Edgar Su