Pintura de Picasso atinge recorde de US$179,4 mi em leilão de NY

segunda-feira, 11 de maio de 2015 21:08 BRT
 

(Reuters) - Uma pintura de Picasso quebrou o recorde para a obra de arte mais cara já vendida em leilão, nesta segunda-feira, quando alcançou o valor de 179,4 milhões de dólares na Christie's.

A casa de leilões tinha estimado que a obra em óleo cubista de 1955 "Les Femmes d'Alger (Versão "O")" seria vendida por cerca de 140 milhões de dólares, mas vários concorrentes via telefone elevaram o lance vencedor para 160 milhões de dólares, sendo que o preço final ficou em 179,365 milhões de dólares, incluindo a comissão da Christie's de pouco mais de 12 por cento.

Anteriormente, o trabalho mais caro vendido em leilão era "Três Estudos de Lucian Freud", de Francis Bacon, que foi vendido por 142,4 milhões de dólares na casa Christie's em novembro de 2013.

(Reportagem de Chris Michaud em Nova York)

 
O leiloeiro Jussi Pylkkanen bate o martelo e vende "Les Femmes d'Alger (Version 'O')", de Pablo Picasso, durante leilão na Christie's, em Nova York, nesta segunda-feira. 11/05/2015 REUTERS/Carlo Allegri