Cristiano Ronaldo ajudou em campanha, mas doação de US$8 mi a Nepal é falsa, diz organização

quinta-feira, 14 de maio de 2015 12:55 BRT
 

Por Nita Bhalla

NOVA DÉLHI (Reuters) - O ídolo do futebol Cristiano Ronaldo participou ativamente de campanhas para ajudar a levantar fundos para vítimas dos terremotos do Nepal, mas não doou 8 milhões de dólares, como foi amplamente divulgado, informou a organização Save The Children nesta quinta-feira.

O atacante de 30 anos do Real Madrid pediu que parte de seus mais de 100 milhões de seguidores no Facebook doassem para a caridade após o primeiro de dois terremotos atingir o país, matando mais de 8 mil pessoas.

Foi relatado que Cristiano doou 7,8 milhões de dólares de seu próprio dinheiro. Mas a organização disse que a informação, que foi primeiramente divulgada pela revista francesa So Foot em 7 de maio, e desde então amplamente divulgada em outras mídias internacionais, era falsa.

"O embaixador global para a Save The Children, Cristiano Ronaldo, usou sua voz e visibilidade global para aumentar a conscientização sobre os problemas que as crianças mais vulneráveis ao redor do mundo, incluindo algumas afetadas pelo terremoto no Nepal, enfrentam", de acordo com uma nota da organização de caridade.

"A informação da doação de Cristiano Ronaldo para resposta de emergência para a Save The Children no Nepal é falsa", acrescentou a organização. Ronaldo e seus representantes não estavam imediatamente disponíveis para comentar por telefone ou e-mail.

A nação do Himalaia ainda se recupera do terremoto do mês passado de magnitude 7,8, que atingiu cerca de 8 milhões de pessoas - quase um terço da população do país.

 
Atacante Cristiano Ronaldo, do Real Madrid, durante partida de volta da semifinal da Liga dos Campeões contra a Juventus, em Madri. 13/05/2015 REUTERS/Juan Medina