Christie’s conclui leilões bem-sucedidos com recorde para Mondrian

sexta-feira, 15 de maio de 2015 10:50 BRT
 

Por Chris Michaud

NOVA YORK (Reuters) - Colecionadores de arte continuaram animados para gastar na quinta-feira à noite, quando a Christie’s encerrou os leilões de arte deste trimestre com um quadro a óleo de Piet Mondrian arrematado por 50,6 milhões dólares, com um total de 202,6 milhões de dólares em vendas de arte moderna e impressionista.

Com 43 obras em oferta, apenas três não tiveram compradores, mas a Christie’s excedeu a sua estimativa prévia de vendas em mais de 40 milhões de dólares.

O resultado conclui duas semanas de vendas que movimentaram bem mais de 2 bilhões de dólares na Christie’s e na rival Sotheby’s, tendo a Christie’s ostentado um novo recorde para o preço mais alto obtido por obras de arte em leilão, com "Les Femmes d'Alger (Versão 'O')", de Picasso, vendida por 179,4 milhões dólares.

A Christie’s sozinha arrecadou mais de 1,3 bilhão de dólares em suas vendas nas noites de segunda-feira e quarta-feira.

"As vendas desta semana estabelecem um recorde para o mercado global de leilões", disse Brooke Lampley, diretor de arte impressionista e moderna, comentando o forte resultado de quinta-feira.

 
Funcionário da Christie's durante leilão de escultura de Alberto Giacometti, em Nova York. 11/05/2015 REUTERS/Carlo Allegri TPX IMAGES OF THE DAY