Em festa de Cannes, Rachel Weisz e Emily Blunt discutem desigualdade de gêneros

terça-feira, 19 de maio de 2015 10:56 BRT
 

Por Matthew Stock

CANNES, França (Reuters) - À medida que a participação das mulheres em filmes continua sendo discutida no Festival de Cannes neste ano, as atrizes Rachel Weisz, Emily Blunt e Isabelle Huppert disseram esperar que a maior atenção ao caso ajude a acabar com a desigualdade de gêneros no cinema.

"É muito triste que um evento como o de hoje precise acontecer, mas precisamos trazer atenção para mulheres no cinema", disse Rachel à Reuters durante uma festa privada sediada pela Calvin Klein na segunda-feira, celebrando mulheres notáveis que têm um impacto na indústria.

"Nós estamos desproporcionalmente representadas em termos de diretoras e escritoras - pessoas no comando de contar histórias. Então precisamos de mais filmes do ponto de vista feminino", acrescentou.

Durante o ano passado, diversas grandes mulheres do cinema se manifestaram publicamente sobre a desigualdade de gêneros no cinema, pedindo que mais oportunidades fossem dadas para as mulheres, nas câmeras e atrás delas.

Emily Blunt, que se tornou uma heroína de ação junto com Tom Cruise em "No Limite do Amanhã", de 2014, disse que seu papel no filme "teve um grande impacto", já que mulheres geralmente não são vistas como iguais aos homens em filmes de ação.

Pela primeira vez em décadas, o festival de Cannes abriu com um filme dirigido por uma mulher - "La Tête Haute", da francesa Emmanuelle Bercot.

 
Atriz Emily Blunt posa para fotos nos Festival de Cannes. 19/05/2015  REUTERS/Benoit Tessier