Criador de "Mad Men" fala sobre a série e comercial da Coca-Cola

quinta-feira, 21 de maio de 2015 11:17 BRT
 

Por Patricia Reaney

NOVA YORK (Reuters) - O criador da série "Mad Men", Matthew Weiner, deu ideias sobre a criação de seu aclamado drama televisivo sobre o lado escuro da publicidade nos anos 1960 e explicou o significado do anúncio da Coca-Cola no encerramento da série no domingo.

Em uma conversa com a romancista A.M. Homes na Biblioteca Pública de Nova York, na noite de quarta-feira, o escritor e diretor da série da rede AMC e ganhadora do prêmio Emmy disse que a temporada final foi sobre uma jornada interior dos personagens, especialmente o principal, Don Draper, interpretado pelo ator Jon Hamm.

"A última temporada inteira foi a ideia de que a revolução falhou e era tempo de lidar com o que você pode controlar, que é você mesmo, voltando-se para o seu interior", disse Weiner.

O episódio final termina com um comercial de 1971 multiétnico da Coca-Cola "Eu gostaria de comprar uma Coca para o mundo", após Draper, executivo do mundo publicitário perturbado, encontrar a paz interior em um retiro na Califórnia. "Gosto da ideia de que ele iria para este lugar e iria ser sobre outras pessoas e um momento de reconhecimento", acrescentou Weiner.

Weiner, de 49 anos, disse que estava grato pela oportunidade de fazer a série sobre a busca da identidade de Draper, que também lidou com o feminismo, racismo e igualdade durante uma época turbulenta. "Queria o sentimento de que havia uma visão e um motivo para a coisa toda", disse.

 
Criador da série "Mad Men", Matthew Weiner, durante exibição do episódio final, em Los Angeles.  17/05/2015   REUTERS/Phil McCarten