Atriz Lindsay Lohan não está mais sob condicional, diz promotor

quinta-feira, 28 de maio de 2015 16:44 BRT
 

LOS ANGELES (Reuters) - A atriz Lindsay Lohan terminou o serviço comunitário que prestou por conta de uma acusação de condução perigosa em 2012, declarou um juiz nesta quinta-feira, permitindo que ela deixe a condicional pela primeira vez desde 2007, disse um promotor.

A artista de 28 anos e protagonista do filme “Meninas Malvadas” teve que prestar 100 horas de trabalho comunitário, além de fazer terapia e reabilitação, em decorrência do caso de três anos atrás.

O juiz Mark Young, do Supremo Tribunal de Los Angeles, decretou que Lindsay cumpriu sua obrigação e encerrou a condicional, segundo informou por e-mail o vice-promotor-chefe de Santa Monica, Terry White.

Em 2013 Lindsay aceitou um acordo depois de bater seu Porsche em um caminhão basculante em Santa Monica, comunidade próxima de Los Angeles, a caminho do set de filmagem do filme de televisão “Liz & Dick” e mentir à polícia posteriormente.

Em março, o juiz Young havia alertado a atriz que estava chegando ao fim o prazo para que concluísse seu tempo de serviço comunitário como alternativa a uma pena de prisão, de acordo com o serviço de notícias City News Service.

A carreira de Lindsay está praticamente em segundo plano desde sua prisão em 2007 por dirigir alcoolizada e estar de posse de cocaína. Ela estava solta sob condicional desde que se declarou culpada no caso no final daquele ano.

(Por Alex Dobuzinskis e Dana Feldman)

 
Atriz Lindsay Lohan durante peça em Londres.  29/11/2015.  REUTERS/Suzanne Plunkett