Homem condenado por perseguir atriz Mila Kunis foge de internação na Califórnia

segunda-feira, 1 de junho de 2015 15:26 BRT
 

LOS ANGELES (Reuters) - Um homem condenado por perseguir a atriz Mila Kunis fugiu de uma instituição de saúde mental na região de Los Angeles pela janela de um banheiro, disseram as autoridades nesta segunda-feira.

Stuart Lynn Dunn, de 30 anos, escapou da internação no Olive Vista Behavioral Health Center em Pomona, comunidade menos de 48 quilômetros ao leste de Los Angeles, na noite de sábado, informou o vice-oficial de condicional do condado de Los Angeles, Reaver Bingham.

Dunn deveria estar tomando banho quando deixou o local, afirmou Bingham. Cães da polícia foram usados para procurá-lo pelo cheiro em uma tentativa fracassada de captura logo após a fuga.

“Toda vez em que você tem um caso com este, no qual alguém é obcecado por um indivíduo em particular, não sabemos do que ele é capaz, então estamos tratando o caso como se ele fosse perigoso”, disse Bingham.

Mila foi alertada, e as autoridades de condicional do condado de Los Angeles estão trabalhando com várias instâncias da lei para encontrar Dunn, afirmou o oficial.

Em janeiro de 2013 Dunn foi condenado por perseguir Mila e mais tarde foi colocado sob liberdade condicional, mas violou os termos desta e foi sentenciado a três anos em uma prisão do Estado da Califórnia, segundo Bingham.

(Por Alex Dobuzinskis)

 
Atriz Mila Kunis em entrevista coletiva no Festival de Toronto. REUTERS/Mark Blinch