2 de Junho de 2015 / às 13:23 / 2 anos atrás

Sotheby's tira de venda quadro russo supostamente roubado

MOSCOU (Reuters) - A casa internacional de leilões Shoteby’s retirou de leilão nesta terça-feira uma pintura de um famoso artista russo que o Ministério do Interior da Rússia disse na semana passada ter sido roubada em 1997 de uma coleção privada em Moscou.

Funcionário da Sotheby's com quadro de Ivan Aivazovsky "Evening in Cairo" em Londres. 27/11/2012 REUTERS/Stefan Wermuth

A casa de leilões informou que a obra “Evening in Cairo” (Entardecer no Cairo), de Ivan Aivazovsky, foi retirada de venda por pedido do consignador, ou vendedor.

O Ministério do Interior russo havia pedido à polícia britânica para bloquear o leilão.

A Sotheby’s havia dito na semana passada que não encontrou registros da pintura nos bancos de dados de artes roubadas e iria proceder com a venda em 2 de junho, com o consentimento do consignador e da família que disse ter sido roubada. Não estava claro porque houve uma aparente mudança de opinião.

Em nota enviada por email nesta terça-feira, a Sotheby’s informou: “‘Evening in Cairo’, de Ivan Aivazovsky, Lote 23, foi retirada a pedido do consignador na venda de 2 de junho de 2015 da Sotheby’s de Pinturas Russas”.

O Ministério do Interior da Rússia se negou a comentar de imediato, informando que iria deixar sua posição mais clara mais tarde. O Ministério não nomeou o autor da denúncia, mas a casa de leilões identificou anteriormente como sendo a família Nosenko, que segundo a mídia russa comprou o quadro na década de 1940.

Reportagem de Katya Golubkova

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below