"Spy" lidera bilheteria com arrecadação de US$ 30 milhões

domingo, 7 de junho de 2015 14:54 BRT
 

LOS ANGELES (Reuters) - Melissa McCarthy impulsionou "Spy" a estrear com a arrecadação de 30 milhões de dólares em um fim de semana opaco, com venda de ingressos ainda decepcionante.

Foi a mais baixa projeção para a sátira de espionagem da Fox, que junta intrigas globais com gatos em suéteres, mas foi o suficiente para superar o campeão da semana passada, "San Andreas". O filme da Warner Bros. assegurou o segundo lugar com 26,4 milhões de dólares e chegou a 99 milhões de dólares de arrecadação doméstica em duas semanas desde o lançamento.

No geral, foi um fim de semana com três estreias de bilheteria que não conseguiram gerar expectativa o suficiente para levantar a venda de ingressos aos números do ano passado, quando "A Culpa é das Estrelas" estreou com mais de 100 milhões de dólares.

"Eu ainda acredito em um recorde neste verão, mas está ficando cada vez mais difícil", disse Paul Dergarabedian, analista sênior no Rentrak. "Precisamos que o verão volte a ser agitado logo".

A produção de "Spy" custou 65 milhões de dólares, ao redor de 3,711 locais. Reune McCarthy ao diretor Paul Feig, com quem colaborou nos filmes "As Bem Armadas" e "Madrinha de Casamento". Chernin Entertainment produziu o filme, com os coadjuvantes Rose Byrn, Jude Law e um surpreendentemente engraçado Jason Statham. Em outros países, onde Statham é quase uma divindade, o filme arrecadou 25,6 milhões de dólares em 54 mercados, levando o total a 86,5 milhões de dólares.

As críticas têm sido arrebatadoras, e a Fox acredita que "Spy" será um filme consistente nas próximas semanas. Em relação a comédias, "Spy" não tem concorrência até o lançamento de "Ted 2", em 26 de junho. 

(Por Brent Lang)