Arte de rua romântica substitui “cadeados do amor” em ponte de Paris

quarta-feira, 10 de junho de 2015 15:39 BRT
 

PARIS (Reuters) - Painéis de arte de rua foram instalados na Pont des Arts de Paris para substituir os “cadeados do amor”, que estavam instalados na ponte até a cidade começar a retirá-los na semana passada, temendo que seu peso acumulado causasse danos na estrutura.

A exibição temporária, que tem o amor como tema e foi organizada pelo galerista parisiense Mehdi Ben Cheikh, tem o objetivo de cobrir o parapeito com uma atração alternativa para os românticos que não podem mais imortalizar seu amor prendendo um cadeado ali e atirando a chave no rio Sena.

Entre as obras está uma do artista de rua franco-tunisiano eL Seed, conhecido por misturar a caligrafia árabe e grafite, o chamado “caligrafite”.

Seu trabalho em letras árabes rosadas é uma citação do livro “O Pai Goriot”, do romancista francês Honoré de Balzac: “Paris é na verdade um oceano: você pode mergulhar nela, mas jamais conhecerá suas profundezas”.

“Achei que seria corajoso... colocar uma frase em árabe em Paris”, disse Cheikh. “Não é só uma língua de terroristas, é a língua de todo um povo no mundo todo… que é muito aberto, com uma dimensão extremamente espiritual em sua religião também”.

Nascido de pais tunisianos nos subúrbios da capital francesa, eL Seed é famoso pela decoração do minarete de 47 metros de altura da mesquita de Jara em Gabes, no sul da Tunísia. Ao lado de seu painel há outras obras relacionadas ao amor dos artistas de rua Brusk, Pantonio e Jace.

 
Cadeados são retirados de ponte em Paris.  1/6/2015.  REUTERS/Philippe Wojazer