Indústria fonográfica irá adotar "Sextas da Nova Música" para lançamentos mundiais

quinta-feira, 11 de junho de 2015 15:56 BRT
 

LONDRES (Reuters) - As sextas-feiras irão se tornar dias de música nova em boa parte do mundo a partir de 10 de julho, quando entidades influentes da indústria fonográfica global dão partida a uma iniciativa para lançar novas canções na maioria dos grandes mercados no mesmo dia.

Nas "Sextas da Nova Música", os lançamentos irão acontecer um minuto após a meia-noite do horário local, pondo fim à confusão dos lançamentos que ocorriam às segundas-feiras na França, às terças nos Estados Unidos e no Canadá e às sextas na Austrália e na Alemanha.

"Com essa medida, os fãs agora vão ter música nova no mesmo dia em todo o mundo, em vez de terem que esperar pelo dia de lançamento oficial em seus países", explicou a Federação Internacional da Indústria Fonográfica (IFPI, na sigla em inglês), sediada em Londres, em comunicado nesta quinta-feira.

"Isso põe fim à história de os fãs não conseguirem acessar em seu próprio país música que já é legal em outros lugares, e a frustração que isso pode causar."

Mais de 45 mercados da indústria musical de todo o planeta irão adotar as "Sextas da Nova Música". Atualmente, 11 destes países lançam música às sextas-feiras, e os outros irão alterar o dia em que disponibilizam novos álbuns e singles, disse a IFPI.

(Reportagem de Michael Roddy)