Apple se curva a Taylor Swift sobre pagamento por streaming de música

segunda-feira, 22 de junho de 2015 09:49 BRT
 

(Reuters) - A Apple reverteu sua política e anunciou que agora vai pagar aos artistas durante o período gratuito de testes de seu novo serviço de streaming de músicas, o Apple Music, após a estrela pop Taylor Swift dizer que não iria disponibilizar seu álbum mais recente, "1989", no serviço.

A Apple está oferecendo a usuários um período gratuito de teste de três meses do novo serviço e havia dito que não pagaria aos artistas pelo uso de suas músicas durante esse período.

O vice-presidente sênior da Apple, Eddy Cue, anunciou a mudança de postura no Twitter.

"Ouvimos você @taylorswift13 e artistas independentes. Da Apple, com amor", disse ele no microblog.

Taylor Switft, de 25 anos, disse em publicação no Tumblr no domingo que não disponibilizaria seu álbum por achar decepcionante a política da Apple de não pagar aos artistas durante o período gratuito para usuários, uma vez que prejudicaria artistas jovens que estão apenas começando.

Um porta-voz da Apple confirmou os tuítes do vice-presidente sênior e disse que a companhia vai pagar aos artistas durante o período de três meses.

(Por Rama Venkat Raman)

 
Taylor Swift segurando seus prêmios conquistados na Premiação Musical Billboard de 2015, em Las Vegas.  18/05/2015   REUTERS/L.E. Baskow