Cubano é preso na Grécia em conexão com roubo de obras de arte em Havana

quarta-feira, 25 de novembro de 2015 19:27 BRST
 

ATENAS (Reuters) - Um cubano de 36 anos foi preso na Grécia em conexão com o roubo de dezenas de obras de arte modernistas do Museu Nacional de Belas Artes de Havana, disse a polícia grega nesta quarta-feira.

O roubo, que deve ter sido o maior da história do museu, foi confirmado em fevereiro do ano passado por autoridades cubanas. A maioria das obras era de artistas cubanos, e algumas eram do aclamado pintor cubano Leopoldo Romañach.

A polícia grega afirmou que o homem, preso no leste de Atenas na segunda-feira, era considerado o principal suspeito do roubo de 71 peças.

"Ele estava em Atenas provavelmente procurando por compradores", declarou uma fonte policial sob condição de anonimato.

O homem, contra quem Cuba emitiu um mandado internacional de busca, vai aparecer diante da promotoria em Atenas na quinta-feira, antes de ser extraditado, afirmou a autoridade policial.

(Reportagem de Lefteris Karagiannopoulos)