Bateria de Ringo Starr é vendida por US$ 2,2 milhões em leilão

segunda-feira, 7 de dezembro de 2015 07:37 BRST
 

(Reuters) - Uma bateria usada por Ringo Starr em gravações de alguns dos primeiros hits dos Beatles foi adquirada por um proprietário de um time da NFL (a liga norte-americana de futebol americano) por 2,2 milhões de dólares, de acordo com a casa de leilões dos Estados Unidos que administrou a venda. 

Ringo Starr usou o kit Ludwig Oyster Black Pearl, de três peças, em mais de 200 shows com a banda em 1963 e 1964, bem como na gravação de músicas como "Can't Buy Me Love", "She Loves You" e "I Want to Hold Your Hand". 

A casa de leilões Julien's confirmou que o dono do time Indianapolis Colts Jim Irsay comprou a bateria, que não era vista em público por mais de 50 anos, em leilão que se encerrou neste sábado.

A primeira tiragem do "Álbum Branco" dos Beatles no Reino Unido arrecadou 790 mil dólares, e uma guitarra Rickenbacker dada a Starr pelo finado John Lennon acabou arrematada por 910 mil dólares, de acordo com a Julien's. 

O leilão de três dias em Beverly Hills, na Califórnia, teve mais de 800 itens, incluindo memorabilia da carreira do grupo e bens pessoais, de propriedade de Ringo Starr e de sua esposa, a atriz Barbara Bach.

Ao todo, foram arrecadados cerca de 10 milhões de dólares, segundo a casa de leilões. 

 
Ringo Starr tocando bateria durante gravação em Los Angeles.  28/01/2014   REUTERS/Mario Anzuoni