Indicado ao Globo de Ouro, Tarantino diz ter orgulho de "Os Oito Odiados"

sexta-feira, 11 de dezembro de 2015 17:59 BRST
 

LONDRES (Reuters) - Em "Os Oito Odiados", Quentin Tarantino conta a história de caçadores de recompensa no Estado norte-americano do Wyoming após a Guerra de Secessão com um roteiro do qual afirmou ter orgulho pouco depois de sua indicação ao Globo de Ouro.

O faroeste de três horas reúne colaboradores de filmes anteriores de Tarantino, como Samuel L. Jackson, Tim Roth, Kurt Russell e Michael Madsen, além de Jennifer Jason Leigh, que fez sua primeira participação em uma produção do diretor.

O oitavo filme de Tarantino começa com o caçador de recompensa John Ruth (Russell) e a fugitiva Daisy (Leigh) em uma carruagem cruzando uma paisagem enevoada rumo à cidade de Red Rock antes de se encontrarem com dois estranhos, que deixam embarcar.

Quando a nevasca aumenta, eles se refugiam em uma loja de roupas masculinas, onde encontram outros viajantes. À medida que vão se conhecendo, fica claro que algo não está bem – e muita violência se segue.

"Aprendi muito rápido com Quentin em 'Cães de Aluguel'... que se você encontra um roteirista assim, nunca diz não", contou Roth à Reuters na pré-estreia do filme em Londres na noite de quinta-feira.

"Você simplesmente torce para ser convidado."

No início da quinta-feira, "Os Oito Odiados" recebeu três indicações ao Globo de Ouro, uma delas pela atuação de Jennifer, outra pelo roteiro de Tarantino e a terceira pela trilha sonora original do lendário compositor Ennio Morricone.

(Reportagem de Jane Witherspoon e Marie-Louise Gumuchian)

 
Diretor Quentin Tarantino chega à pré-estreia europeia de "Os Oito Odiados", na Leicester Square, em Londres, na quinta-feira. 10/12/2015 REUTERS/Luke MacGregor