December 27, 2015 / 6:53 PM / 2 years ago

Bilheterias: "Star Wars" bate recorde e passa da marca de 1 bilhão de dólares

5 Min, DE LEITURA

LOS ANGELES, 27 Dez (Reuters) - "Star Wars: O Despertar da Força" não deu sinais de enfraquecimento nos cinemas dos Estados Unidos no fim de semana do Natal, passando da marca de 1 bilhão de dólares arrecadados em bilheteria em menor intervalo de tempo do que qualquer outro filme na história.

Já está ficando repetitivo contar como o sétimo filme da série de ficção científica vem colecionando recordes atrás de recordes, mas "O Despertar da Força" mais uma vez conquistou marcas impressionantes, agora arrecadando 153 milhões de dólares nos EUA só neste fim de semana natalino.

Já é a maior arrecadação no feriado de Natal e também o melhor "segundo fim de semana" de um filme na história das bilheterias. Nos Estados Unidos, "O Despertar da Força" abocanhou incríveis 554,6 milhões de dólares. No mundo todo, essa cifra sobe para quase 1,1 bilhão de dólares.

Trata-se ainda da maior arrecadação em um fim de semana de Natal, batendo os 269,8 milhões de dólares de 2009, quando o lançamento de "Sherlock Holmes" e o segundo fim de semana de "Avatar" em cartaz movimentaram os cinemas. "O Despertar da Força" deve superar "Avatar" como o filme mais bem-sucedido nas bilheterias na história do cinema.

Apesar do frisson em cima do retorno dos Jedis, outros filmes também aproveitaram a onda de espectadores natalinos. 

A Paramount reuniu as estrelas de "Os Outros Caras" (2010) Will Ferrel e Mark Wahlberg na comédia "Pai em Dose Dupla", que teve bons resultados nos cinemas. A história de um padrasto que tenta ofuscar o pai bonitão dos dois filhos da namorada conseguiu amealhar 35 milhões de dólares em 3.271 salas de cinema. Foi muito mais do que as projeções dos estúdios, que estimavam 20 milhões de dólares em bilheterias. "Pai em Dose Dupla" teve um orçamento de 50 milhões de dólares. 

A Fox emplacou "Joy: O Nome do Sucesso", um filme biográfico sobre a inventora do Miracle Mop (um "esfregão" para uso doméstico), que acabou arrecadando 17,5 milhões de dólares em 2.896 salas de cinema nos Estados Unidos. O filme, cujo orçamento foi de 60 milhões de dólares, reúne as estrelas de "O Lado Bom da Vida" Jennifer Lawrence, Robert De Niro e Bradley Cooper, comandados pelo diretor David O. Russell, e deve ser um dos principais concorrentes ao Oscar. 

Por outro lado, "Caçadores de Emoção: Além do Limite", um remake do filme de Kathryn Bigelow de 1991 que foi o queridinho da crítica, decepcionou nas bilheterias. O filme orçado em 105 milhões de dólares angariou 10,2 milhões de dólares em bilheterias de 2.910 cinemas. A co-produção entre China e Estados Unidos quer salvar o filme nos cinemas do exterior. Na China, onde estreou no dia 3 de dezembro, foram arrecadados 40 milhões de dólares em ingressos. A Warner Bros., que teve um ano terrível nas bilheterias, pode ao menos se consolar com o fato de que não foi ela a responsável pelo filme, financiado pela Alcon e pela DMG Entertainment.

"Um Homem Entre Gigantes", drama da Sony com Will Smith no papel de uma estrela do futebol americano, amealhou 11 milhões de dólares em 2.841 salas de cinema. O filme teve um orçamento de 35 milhões de dólares, financiado pelos estúdios L Star Capital e Village Roadshow.

Em seu segundo fim de semana em cartaz, o filme "Irmãs", da Universal, quase não decaiu nas bilheterias, arrecadando agora 13,9 milhões de dólares e alçando a comédia estrelada por Tina Fey e Amy Poehler a um total de 37,2 milhões de dólares angariados. 

O filme da Fox "Alvin e os Esquilos: Na Estrada" também mostrou resistência, amealhando mais 12,7 milhões de dólares em ingressos a um total de 39,4 milhões de dólares arrecadados nos cinemas dos Estados Unidos.

Lançado em poucas salas, o filme da Weinstein Company "Os Oito Odiados" angariou bons 4,6 milhões de dólares em 100 salas, uma média de 45.365 mil dólares por sala.

Já "O Regresso", da Fox, também se sai bem nos cinemas. A sanguinária trama de vingança arrecadou 471 mil dólares em apenas quatro salas, uma média de 117 mil dólares por sala. É a segunda média do ano, atrás apenas de Steve Jobs" com 130 mil dólares por sala. Mas "O Regresso" terá de sair-se melhor com públicos maiores se quiser recuperar o orçamento de 135 milhões de dólares, algo que "Steve Jobs" não conseguiu. Leonardo di Caprio estrela o filme como um guia abandonado por seus colegas após ser atacado por um urso selvagem.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below