Líder da banda Motorhead "Lemmy" Kilmister morre aos 70 anos

terça-feira, 29 de dezembro de 2015 10:08 BRST
 

(Reuters) - Ian "Lemmy" Kilmister, vocalista da banda britânica de heavy metal Motorhead, morreu aos 70 anos, depois de ter sido recentemente diagnosticado com um câncer agressivo, informou a banda em sua página do Facebook na segunda-feira.

O baixista e vocalista era uma figura inconfundível no palco, ao subir ao máximo os amplificadores e olhar para o céu quando cantava com uma voz áspera hits como "Ace of Spades", em uma garganta, que, segundo ele, foi alimentada por décadas com uma garrafa de whisky Jack Daniel por dia.

"A coisa sobre ressacas é, você tem que parar para obter uma", Lemmy gostava de dizer.

Um usuário notório de anfetamina, uma vez ele alegou ter ficado acordado durante duas semanas, mas seu estilo de vida causou efeitos e ele teve problemas de saúde nos últimos anos.

"Não sabemos como expressar nosso choque e tristeza, não há palavras", disse a Motorhead em sua postagem no Facebook sobre a morte de Lemmy. "Vamos dizer mais nos próximos dias, mas por agora, por favor ... ponham Motorhead alto, ponham Hawkwind alto, ponham a música de Lemmy ALTO."

Kilmister, lembrado por suas costeletas, passou um tempo tocando com Jimi Hendrix antes de chegar ao grupo de rock britânico Hawkwind, onde cantou o maior hit da banda "Silver Machine" em 1972. Suas notas no baixo tornaram-se uma característica de sua música.

Três anos mais tarde, ele formou a Motorhead quando foi expulso do Hawkwind, depois de uma apreensão de drogas no Canadá.

(Reportagem de Fiona Ortiz em Chicago e Dave Graham na Cidade do México)

 
"Lemmy" Kilmister, do Motorhead, durante show no Glastonbury Festival, em Somerset.  26/6/2015.  REUTERS/Dylan Martinez