Tribunal russo condena blogueiro a 5 anos de prisão por mensagens "extremistas"

quarta-feira, 30 de dezembro de 2015 14:04 BRST
 

MOSCOU (Reuters) - Um tribunal da Rússia condenou um blogueiro a 5 anos de prisão, nesta quarta-feira, pelo que classificou como atividade extremista na Internet depois de ele exortar as pessoas a comparecerem a uma manifestação contra as altas tarifas de transporte e criticar a intervenção russa na Ucrânia.

Vadim Tyumenstev, de 35 anos e da região siberiana de Tomsk, também foi proibido de usar a Internet durante três anos, em um caso que ativistas de direitos humanos russos disseram violar seu direito à plena defesa.

Tyumentsev irritou as autoridades de Tomsk com diversas publicações em seu blog nas quais as acusou de corrupção e incompetência. Ela ainda repreendeu asperamente os separatistas pró-Kremlin do leste da Ucrânia, afirmando não ver porque os russos comuns deveriam lutar ao seu lado.

Um comunicado da corte regional de Tomsk afirmou que Tyumentsev incentivou o povo a depor as autoridades, uma referência a um apelo para que as pessoas fossem a uma reunião ilegal para protestar contra um aumento nas passagens de ônibus na localidade.

Ele também instou os cidadãos a adotarem ações hostis contra refugiados ucranianos, disse o tribunal, citando um vídeo no qual o blogueiro se queixou de sua presença em Tomsk e opinou que eles deveriam ser deportados.