"O Regresso" e "Perdido em Marte" são principais vencedores do Globo de Ouro

segunda-feira, 11 de janeiro de 2016 10:49 BRST
 

Por Piya Sinha-Roy e Nichola Groom

BEVERLY HILLS (Reuters) - O drama de vingança “O Regresso” e a aventura espacial “Perdido em Marte” foram os vencedores dos principais prêmios cinematográficos do Globo de Ouro de domingo, colocando-se como fortes competidores ao Oscar.

Uma história sobre a época de colonização dos EUA, “O Regresso” venceu três prêmios, incluindo melhor filme dramático, derrotando os favoritos “Carol”, um romance sobre lésbicas, e “Spotlight”, um drama jornalístico. O astro de “O Regresso”, Leonardo DiCaprio, recebeu o prêmio de melhor ator de drama, e Alejandro Iñarritu ganhou como melhor diretor.

Di Caprio, de 41 anos, que nunca venceu um Oscar, foi ovacionado de pé e disse que compartilhava seu prêmio com toda a população indígena ao redor do mundo. “É tempo de ouvirmos suas vozes e protegermos esse planeta para as futuras gerações”, disse o ator, que é também um ativista ambiental.

O Globo de Ouro, entregue pela Associação de Imprensa Internacional de Hollywood, está entre as principais honrarias da temporada de prêmios hollywoodiana, que culmina com a cerimônia do Oscar, em 28 de fevereiro.

Matt Damon venceu o prêmio de melhor ator de comédia por seu papel em “Perdido em Marte”, sobre um astronauta que fica preso no planeta vermelho, e o filme também venceu o prêmio de melhor filme na categoria comédia/musical.

A estrela em ascensão Brie Larson, de 26 anos, desbancou a veterana Cate Blanchett e venceu como melhor atriz dramática por seu papel como uma jovem mulher que ficou mantida refém por anos com seu filho pequeno no filme “Room”, enquanto Jennifer Lawrence recebeu o prêmio de melhor atriz de comédia por sua atuação em “Joy: O Nome do Sucesso”, sobre uma inventora de soluções para casa.

Entre os vencedores esteve também Sylvester Stallone, de 69 anos, que foi ovacionado de pé ao receber o prêmio de melhor ator coadjuvante por reinterpretar seu icônico personagem Rocky Balboa em “Creed”.

“Steve Jobs”, uma polêmica biografia do cofundador da Apple que decepcionou nas bilheterias apesar de receber boas críticas, recebeu os Globos de Ouro de melhor atriz coadjuvante, para Kate Winslet, e roteiro, para Aaron Sorkin.

(Reportagem adicional de Lisa Richwine)

 
Leonardo DiCaprio recebe estatueta de melhor ator de drama no Globo de Ouro. 10/01/2016 REUTERS/Paul Drinkwater/NBC Universal/Divulgação