Do espaço ao Vaticano, homenagens a David Bowie se multiplicam pelo mundo

segunda-feira, 11 de janeiro de 2016 11:15 BRST
 

LONDRES (Reuters) - Políticos, músicos e fãs ao redor do mundo, do Vaticano à Estação Espacial Internacional, prestaram homenagens nesta segunda-feira a David Bowie, que morreu de câncer aos 69 anos.

Por meio do Twitter ou do Facebook, muitos elogiaram o pioneirismo de Bowie e ofereceram suas próprias recordações do cantor, conhecido por uma série de sucessos, tais como "Space Oddity" e "Let's Dance".

Veja abaixo algumas das homenagens a Bowie, que lançou seu último álbum, "BlackStar", na sexta-feira, data em que completou 69 anos.

DUNCAN JONES, FILHO DE BOWIE, POSTANDO UMA FOTO DO CANTOR NO TWITTER:

"Lamentando muito e triste em dizer que é verdade. Estarei offline por um tempo. Amor a todos."

TONY VISCONTI, PRODUTOR MUSICAL E COLABORADOR DE LONGA DATA DE BOWIE:

"Ele sempre fez o que queria fazer. E ele queria fazer do jeito dele e queria fazê-lo da melhor maneira. A sua morte não foi diferente de sua vida - uma obra de arte. Ele produziu "Blackstar" como seu presente de despedida para nós. Durante um ano eu sabia que seria assim. Porém, eu não estava preparado. Ele era um homem extraordinário, cheio de amor e vida. Ele sempre estará conosco. Por enquanto, é adequado chorar."   Continuação...

 
Mulher com maquiagem de Ziggy Stardust visita mural com imagem de David Bowie em Brixton, no sul de Londres. 11/01/2016 REUTERS/Stefan Wermuth