Romance de Graham Greene sobre leprosos daria um grande filme, diz produtor

segunda-feira, 29 de setembro de 2014 13:03 BRT
 

Por Carolyn Cohn

BERKHAMSTED Inglaterra (Reuters) - O romance do escritor Graham Greene passado em uma colônia de pacientes com lepra no Congo belga daria um grande filme, disse o produtor da versão cinematográfica de “Fim de Caso”, de 1999, baseado em um livro de Greene.

Stephen Woolley declarou no festival anual Graham Greene neste final de semana que gostaria de produzir “Um Caso Arrumado”, a história de um arquiteto chamado Querry, que se muda da Europa para a colônia para escapar da fama e das mulheres.

“Seria um grande filme – podemos recriar a claustrofobia do mergulho na floresta, que é tão importante no livro, podemos tornar o lugar fétido”, afirmou.

Em função das dúvidas a respeito da cessão de direitos por parte do espólio de Greene, Woolley ainda não pode encomendar um roteiro, como explicou no evento na cidade inglesa de Berkhamsted, terra natal de Greene no sul do país.

Entre os outros filmes de Woolley está “Traídos pelo Desejo”, vencedor do Oscar de melhor roteiro em 1993.

Vários livros de Greene foram adaptados para o cinema, alguns mais de uma vez – “Um Caso Arrumado” é uma das poucas exceções.

Entre as adaptações recentes, Ralph Fiennes e Julianne Moore estrelaram “Fim de Caso”, e Michael Caine encabeçou o elenco de “O Americano Tranquilo”.

Os temas sombrios dos chamados filmes ‘noir’ são semelhantes ao mundo literário do autor – conhecido como Greeneland – , no qual os personages com frequência enfrentam dilemas morais.   Continuação...