Walt Disney socorre Euro Disney com acordo de financiamento de US$1,3 bi

segunda-feira, 6 de outubro de 2014 12:24 BRT
 

LONDRES/PARIS (Reuters) - A Walt Disney Co compareceu para o resgate de sua deficitária subsidiária Euro Disney com um financiamento de 1 bilhão de euros (1,3 bilhão de dólares) anunciado nesta segunda-feira, que poderá dar ao grupo norte-americano o controle total sobre a maior atração turística da Europa.

O acordo inclui uma emissão de ações e reestruturação de dívida, e vai injetar 420 milhões de euros em dinheiro no grupo Euro Disney e eliminar 600 milhões de sua dívida com a Walt Disney através de uma swap de ações.

A Euro Disney é atualmente 40 por cento detida pela Walt Disney e 10 por cento pelo príncipe saudita Alwaleed bin Talal. A emissão de ações deverá levantar 351 milhões de euros, sendo aberta a todos os acionistas, mas apoiada pela Walt Disney, que será obrigada a fazer uma oferta pública por toda a empresa.

A vinte quilômetros a leste de Paris, o resort tem lutado em meio à crise econômica na Europa, com as visitas caindo em 700 mil a 800 mil, para pouco mais de 14 milhões de visitantes no ano passado. Ao mesmo tempo, sua dívida total de 1,75 bilhão de euros, que é devida à Walt Disney, tem dificultado a capacidade da empresa de investir em melhorias para o parque.

A empresa disse que estima que a receita para o ano fiscal encerrado em 30 de setembro caia até 3 por cento, para 1,27 bilhão de euros, com o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) recuando para 110-120 milhões de euros, ante 144 milhões, e com o prejuízo líquido subindo para 110-120 milhões de euros, ante 78 milhões.

"Esta proposta de recapitalizar a Euro Disney Group é essencial para melhorar a nossa saúde financeira e permitir-nos continuar fazendo investimentos no resort que melhorem a experiência do hóspede", disse o presidente da empresa, Tom Wolber, em um comunicado.

Segundo o plano, 9 novas ações serão oferecidas para os acionistas por cada papel que detiverem, por 1 euro por ação, levantando 351 milhões de euros. A empresa disse que a emissão de ações embutia um desconto de 20 por cento sobre o preço de fechamento na sexta-feira, ajustado para a emissão de novas ações.

Além disso, os acionistas terão a opção de comprar algumas das ações emitidas na conversão da dívida a 1,25 euro por ação, para evitar a diluição de suas participações. A dívida da empresa vai cair para 998 milhões de euros, levando o balanço da empresa de um pAtrimônio líquido negativo de cerca de 200 milhões de euros no final de setembro para um patrimônio positivo de 800 milhões.

(Por Kate Holton e Leila Abboud)

 
Desfile de personagens da Disney no 20º aniversário da Euro Disney, perto de Paris, em março de 2012. REUTERS/Benoit Tessier