Robert Downey Jr. troca super-herói por confronto com Duvall em “O Juiz”

segunda-feira, 6 de outubro de 2014 21:12 BRT
 

LOS ANGELES (Reuters) - No começo de seu filme mais recente, “O Juiz”, Robert Downey Jr. pode ser confundido com o arrogante mas charmoso Tony Stark, o alter-ego bilionário do super-herói Homem de Ferro.

Mas logo a armadura do pedantismo cai por terra e o filme se concentra no relacionamento rompido e no abismo de gerações entre um pai, interpretado pelo veterano Robert Duvall, e seu filho mal compreendido.

“O Juiz”, que estreia nos cinemas norte-americanos na sexta-feira, coloca dois figurões de Hollywood em confronto em um drama intimista que acontece dentro e fora de um tribunal.

Downey, de 49 anos, vive Hank Palmer, um advogado carismático que gosta de distorcer as regras e ganha muito dinheiro na cidade grande, enquanto Duvall, de 83 anos, interpreta um juiz de cidade pequena no interior do Estado de Indiana que é reverenciado por sua honestidade e integridade.

Quando a matriarca da família Palmer morre, Hank volta para casa de má vontade e tenta uma nova relação com seu pai teimoso, enquanto ambos se envolvem em um assassinato misterioso.

“Adoro o fosso que existe entre Joe Palmer e Hank Palmer, o fato de haver 20 anos de desentendimentos”, disse Downey. “Hank só quer ser entendido, mas na verdade ele precisa entender o grande homem que é seu pai”.

(Por Piya Sinha-Roy)

 
Robert Downey Jr. e Robert Duvall durante entrevista em Toronto sobre o filme "O Juiz", em 5 de setembro.  REUTERS/Fred Thornhill