Elton John colabora com programa anti-Aids de agências dos EUA

sexta-feira, 24 de outubro de 2014 21:55 BRST
 

WASHINGTON (Reuters) - O cantor e ativista britânico Elton John declarou nesta sexta-feira que uma nova parceria entre sua fundação e agências do governo dos Estados Unidos no valor de 7 milhões de dólares irá ajudar a criar uma sociedade livre da Aids, mas pediu mais ações para alcançar este objetivo.

John se encontrou com o secretário de Estado dos EUA, John Kerry, no Departamento de Estado, onde anunciaram o projeto conjunto para ampliar o acesso a serviços para gays e transgêneros portadores de HIV na África.

A nova iniciativa, chamada de Health4Men (Ajuda para os Homens), irá envolver o Plano Emergencial do Presidente dos EUA para o Alívio à Aids (PEPFAR, na sigla em inglês), e a Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID na sigla em inglês) e se concentrar inicialmente na África do Sul.

Elton John disse ser “a realização de um sonho” combinar os esforços de sua fundação e as iniciativas do governo norte-americano.

“Deveríamos estar vivendo em um mundo livre da Aids, e aquelas pessoas, não importa quem amem, quem são, deveriam ter o direito de estar livres da Aids”, declarou o canto, uma das maiores celebridades musicais assumidamente gay da Grã-Bretanha.

“Acho que faremos um ótimo trabalho, e ainda temos muito mais trabalho a fazer, mas este é um bom começo”, acrescentou.

Kerry agradeceu Elton por sua liderança e louvou sua fundação por “levar esperança e ajuda para muitas pessoas”.

(Por Lesley Wroughton)

 
O compositor Elton John (esquerda) e o secretário de Estado norte-americano, John Kerry, falam à imprensa, em Washington, nos Estados Unidos, nesta sexta-feira. 24/10/2014 REUTERS/Jonathan Ernst