Bunker de Mussolini será aberto ao público

sábado, 25 de outubro de 2014 17:26 BRST
 

ROMA (Reuters) - O bunker pessoal do italiano Benito Mussolini será aberto ao público 74 anos depois de o ex-ditador fascista ter iniciado a construção de uma rede de salas subterrâneas fortificadas para proteger a si mesmo e sua família de bombardeios durante a guerra.

O departamento de cultura de Roma disse que a abertura do local sob a casa e jardins de Mussolini lembraria moradores e turistas de "uma das páginas mais negras da nossa história".

Mussolini governou a Itália de 1922 a 1943. Ele entrou na Segunda Guerra Mundial ao lado de Adolf Hitler e aprovou leis raciais sob as quais milhares de judeus foram perseguidos.

Com medo de bombardeios dos aliados, o líder, também conhecido como "Il Duce", decidiu adaptar uma adega em um abrigo completo com portas antigás, disse à Reuters TV o presidente da organização sem fins lucrativos "Underground Roma", Marco Placidi.

Mussolini decidiu construir outro bunker, e depois um terceiro, que ainda estava inacabado quando ele foi preso em 1943. Mais tarde ele foi morto enquanto fugia das forças aliadas em abril de 1945, e seu corpo foi pendurado pelos pés para exibição pública em Milão.

O bunker original construído a partir da adega será aberto ao público pela primeira vez em 31 de outubro.

Os outros dois abrigos, que abriram brevemente em 2006 e tiveram que ser fechados por problemas ambientais, devem ser reabertos na mesma data.

(Por Roberto Mignucci e Carmelo Camilli)