Universidade do Texas adquire arquivos do escritor colombiano García Márquez

segunda-feira, 24 de novembro de 2014 18:08 BRST
 

Por Jon Herskovitz

AUSTIN, Estados Unidos (Reuters) - Uma biblioteca da Universidade do Texas adquiriu os arquivos do escritor ganhador do Nobel Gabriel García Márquez, cujas histórias cativantes de amor e nostalgia levaram a América Latina para milhões de leitores do mundo todo.

A obra mais conhecida do colombiano García Márquez, que morreu em abril aos 87 anos, foi "Cem Anos de Solidão", um romance épico que o ajudou a ganhar o Prêmio Nobel de Literatura em 1982.

Os arquivos englobam um período de mais de 50 anos e incluem manuscritos originais de 10 livros como "Cem Anos de Solidão" e "O Amor nos Tempos do Cólera", assim como mais de 2.000 cartas, algumas para autores de destaque como Graham Greene, disse o Centro Harry Ransom, da universidade em Austin, nesta segunda-feira.

"A Universidade do Texas em Austin, com experiência tanto sobre a América Latina como na preservação e estudo do processo de escrita, é o lar natural para esta importante coleção", disse Bill Powers, presidente do centro.

García Márquez, chamado por amigos e admiradores de "Gabo", foi um dos autores latino-americanos mais conhecidos e apreciados. Seus livros venderam dezenas de milhares de cópias no mundo inteiro.

O Centro Harry Ransom é um dos mais importantes do mundo em termos de arquivos de autores de destaque e possui material de muitos dos escritores mais notáveis do século 20, como Jorge Luis Borges, William Faulkner e James Joyce, todos influências na obra de García Márquez.

(Reportagem adicional de Anahi Rama, na Cidade do México)

 
Painel com foto do escritor colombiano Gabriel García Márquez durante a Feira do Livro de Bogotá, na Colômbia, em abril. 30/04/2014 REUTERS/John Vizcaino