"Boyhood" é eleito melhor filme pelos críticos de Nova York

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014 20:59 BRST
 

Por Patricia Reaney

NOVA YORK (Reuters) - "Boyhood - da Infância à Juventude", um drama sobre a passagem para a maturidade filmado ao longo de 12 anos com os mesmos atores, dominou o prêmio New York Film Critics Circle Awards nesta segunda-feira, vencendo nas categorias de melhor filme de 2014, melhor diretor para Richard Linklater e melhor atriz coadjuvante.

Timothy Spall foi escolhido melhor ator por sua interpretação de J.M.W. Turner, um dos maiores pintores britânicos, no filme “Mr. Turner”, e Marion Cotillard foi escolhida melhor atriz por papéis em dois filmes, “O Imigrante” e “Dois Dias, Uma Noite”.

Com apresentações marcadas para 5 de janeiro em Nova York, estes são os principais prêmios na corrida para o Oscar.

O ator J.K. Simmons foi homenageado como melhor ator coadjuvante pelo papel de um professor de música que aterroriza um estudante em “Whiplash – Em Busca da Perfeição”, e Patricia Arquette foi eleita melhor atriz coadjuvante como a mãe em “Boyhood”, que acompanha o crescimento de um menino dos cinco aos 18 anos.

Os prêmios do círculo de críticos nova-iorquinos são vistos como um termômetro do Oscar, que acontecerá em 22 de fevereiro.

 
A atriz Patricia Arquette concede entrevista coletiva para promover o filme "Boyhood - da Infância à Juventude", em Berlim, na Alemanha, em fevereiro. 13/02/2014 REUTERS/Tobias Schwarz