Bobby Keys, saxofonista dos Rolling Stones, morre aos 70 anos

terça-feira, 2 de dezembro de 2014 19:20 BRST
 

Por Tim Ghianni

NASHVILLE, Estados Unidos (Reuters) - Bobby Keys, saxofonista que tocou durante muito tempo com os Rolling Stones, morreu nesta terça-feira depois de uma longa doença em sua casa na cidade de Franklin, no Estado norte-americano do Tennessee, aos 70 anos.

"Os Rolling Stones estão arrasados com a perda de Bobby Keys, seu amigo muito querido e saxofonista lendário", declarou a banda em um comunicado. "Bobby fazia uma contribuição musical única à banda desde os anos 1960. Ele deixará muita saudade."

Keys ainda era adolescente quando tocou para Buddy Holly nos anos 1950, e mais tarde se apresentou com John Lennon, George Harrison, Eric Clapton e Joe Cocker, além dos Stones.

"Ele era um bom amigo e uma inspiração quando tocávamos juntos", disse Michael Webb, amigo de longa data e roqueiro veterano de Nashville que tocou com Keys em uma banda de estrelas do rock sulista chamada "Bobby Keys and the Suffering Bastards".

Webb afirmou que Keys tinha um problema no fígado.

"Cerca de dois meses atrás, ele começou a lutar com a saúde. Entrou e saiu do hospital várias vezes", contou Webb.

A família de Keys não estava disponível de imediato para comentar.

Keys não era um membro permanente dos Stones, mas liderou o naipe de metais muitas vezes quando a banda ia para o estúdio ou em turnês. Alguns de seus melhores desempenhos podem ser ouvidos nas canções “Can't You Hear Me Knocking”, “Live With Me”, “Brown Sugar” e “Emotional Rescue”.

Keys escreveu sobre sua luta com a heroína e sua vida com os Stones na autobiografia “Every Night's a Saturday Night”.