Ator português que meditava é confundido com terrorista em avião na França

quinta-feira, 2 de julho de 2015 17:53 BRT
 

LISBOA (Reuters) - Um ator português que rezava em voz alta enquanto meditava com um texto sagrado tibetano a bordo de um avião prestes a decolar de Paris foi confundido com um terrorista por passageiros alarmados e acabou sendo retirado da aeronave por policiais.

"A polícia me disse que eu tinha sido denunciado como um suspeito de terrorismo a bordo do avião, porque eu estava recitando o Alcorão em voz alta, que eu estava lendo um texto envolvendo as palavras 'morte' e 'bomba'", disse Heitor Lourenço em declarações que foram ao ar pela emissora SIC nesta quinta-feira.

O incidente ocorreu na terça-feira.

Lourenço, de 47 anos, disse que o texto, que ele estava lendo num tablet, continha caracteres tibetanos e que o dispositivo tinha um temporizador para avisar quanto tempo ele tinha meditado, o que provavelmente causou associações com uma bomba.

Ele foi liberado depois de 6 horas de interrogatório em que a polícia assistiu a vídeos dele na Internet, mostrando que ele é ator de teatro e televisão, além de verificar seu perfil no Wikipedia, que afirma que ele é budista.

(Reportagem de Andrei Khalip)