Homem mais velho do mundo morre aos 112 anos no Japão

terça-feira, 7 de julho de 2015 08:40 BRT
 

TÓQUIO (Reuters) - Sakari Momoi, que foi reconhecido como o homem mais velho do mundo e creditou a longevidade à alimentação saudável e muitas horas de sono, morreu aos 112 anos, informou a mídia japonesa nesta terça-feira.

Momoi nasceu em fevereiro de 1903 na área de Fukushima, atingida quatro anos atrás por um tsunami e vazamentos nucleares.

Reconhecido como o homem mais velho do mundo em agosto de 2014, Momoi, ex-professor que passava seus dias praticando caligrafia e participando de atividades recreativas no hospital em que vivia, vestiu terno e gravata para a cerimônia em que recebeu uma placa do Guinness World Records.

"Quero viver mais dois anos", disse na época.

O homem mais velho do mundo provavelmente será agora o japonês Yasutaro Koide, nascido em março de 1903, pouco mais de um mês mais novo que Momoi. A norte-americana Susannah Mushatt Jones, de 116 anos, é a pessoa mais velha do mundo.

(Reportagem de Elaine Lies)

 
Sakari Momoi recebendo certificado do Guinness World Records, em Tóquio.  20/08/2014  REUTERS/Kyodo