Ex-apresentador de "Top Gear" fecha acordo com Amazon para novo programa

quinta-feira, 30 de julho de 2015 12:32 BRT
 

LONDRES (Reuters) - O ex-apresentador do programa da BBC "Top Gear" Jeremy Clarkson fechou acordo com a Amazon para apresentar um novo show ao lado de seus ex-colegas de trabalho Richard Hammond e James May.

Clarkson foi demitido da BBC por agredir fisicamente um membro da equipe de produção do Top Gear, em março.

A Amazon disse que o novo programa, a ser supervisionado pelo produtor-executivo do trio, Andy Wilman, estará disponível em seu serviço de streaming de assinatura Amazon Prime no ano que vem e terá a duração de três temporadas. A empresa não deu mais detalhes sobre o programa, ainda sem nome.

Clarkson, de 55 anos, foi substituído pelo apresentador e DJ Chris Evans no comando do mundialmente popular programa "Top Gear", que vai ao ar em mais de 200 países e é visto por 350 milhões de pessoas em todo o mundo.

Clarkson causou muita polêmica e também propiciou lucros para a emissora britânica, financiada com dinheiros público, mas já havia sido advertido no passado por ter usado linguagem racista durante as filmagens.

Em outubro, o programa provocou um incidente diplomático entre a Grã-Bretanha e Argentina, que entraram em guerra em 1982 por causa das Ilhas Malvinas. Uma equipe de televisão do "Top Gear" foi forçada a deixar às pressas a Argentina depois de dirigir um Porsche 928 GT com a placa H982 FKL, que algumas pessoas sugeriram fazer referência ao ano da guerra e ao nome pelo qual as Malvinas são chamadas na Grã-Bretanha, Falklands.

 
Jeremy Clarkson (centro),  James May (esquerda) e Richard Hammond, em Londres.  29/11/2011  REUTERS/Suzanne Plunkett