Juiz dá chance a Katy Perry de morar em disputado ex-convento de Los Angeles

quinta-feira, 30 de julho de 2015 21:59 BRT
 

Por Alex Dobuzinskis

LOS ANGELES (Reuters) - Katy Perry, que é filha de pastores cristãos protestantes e ganhou fama com a canção "I Kissed a Girl", pode ter a oportunidade de morar em um antigo convento em Los Angeles.

Perry tem procurado comprar a propriedade da Arquidiocese de Los Angeles, mas as freiras que lá viviam se opuseram e tentaram vendê-la a um restaurante, através de seu instituto, Irmãs do Imaculado Coração de Maria. As duas propostas de venda se transformaram em uma briga judicial.

Em uma ação movida em junho, a Arquidiocese reconheceu que o instituto das freiras detém o título da majestosa propriedade de 3 hectares construída como uma vila romana, mas disse que a Arquidiocese tem poder sobre a venda do ex-convento.

O juiz do Tribunal Superior de Los Angeles, James Chalfant, rejeitou nesta quinta-feira a tentativa das freiras de vender a propriedade para a dona de restaurante, Dana Hollister, em uma proposta de 15,5 milhões de dólares. Ele disse que a Arquidiocese tem o direito de dispor da propriedade para o benefício das freiras.

Chalfant não chegou a dizer se a Arquidiocese pode vender o ex-convento para Perry pelos 14,5 milhões de dólares que ela ofereceu.

Ele permitiu a Hollister, que tem um agente na propriedade, de retê-la temporariamente, enquanto paga um valor mensal de 25.000 dólares. Mas um advogado da Arquidiocese disse ao juiz que Perry gostaria de enviar uma oferta concorrente para alugar o imóvel.

"Vamos ter uma batalha de potenciais arrendatários da propriedade para o benefício das irmãs", disse Chalfant.

 
Cantora Katy Perry chega ao Grammy Awards, em Los Angeles, Estados Unidos, em fevereiro. 08/02/2015 REUTERS/Mario Anzuoni