EUA devolverão violino Stradivarius raro roubado em 1980

quinta-feira, 6 de agosto de 2015 11:59 BRT
 

Por Nate Raymond

NOVA YORK (Reuters) - Autoridades dos Estados Unidos informaram nesta quinta-feira que planejam anunciar a recuperação de um violino Stradivarius raro que foi roubado em 1980 de Roman Totenberg,  falecido virtuose do instrumento, após uma apresentação.

A porta-voz do procurador-geral de Manhattan, Preet Bharara, confirmou que as autoridades realizarão uma cerimônia para entregar o violino, recuperado pela Polícia Federal norte-americana (FBI, na sigla em inglês) em junho, à família de Totenberg.

O violino, conhecido como Ames Stradivarius, foi feito em 1734 pelo lendário fabricante de instrumentos italiano Antonio Stradivari e é um dos meros 550 de que se tem conhecimento. Um Stradivarius foi vendido pelo valor recorde de 15,9 milhões de dólares em um leilão em 2011.

O violino foi roubado em 1980 depois que Roman Totenberg, então diretor da Escola de Música Longy na cidade de Cambridge, em Massachusetts, fez uma exibição no local. A recuperação foi relatada primeiramente no início desta quinta-feira na própria escola por Nina Totenberg, sua representante de assuntos legais e filha de Roman Totenberg.

Em uma entrevista, Nina disse que seu pai suspeitou durante muito tempo que o instrumento foi levado por outro violinista, mas a pessoa jamais foi acusada e morreu em 2011, um ano antes do falecimento de seu pai.