Governo da Espanha condena cancelamento de show de músico judeu em festival

terça-feira, 18 de agosto de 2015 18:58 BRT
 

MADRI (Reuters) - O governo espanhol condenou nesta quinta-feira a decisão de um festival espanhol de reggae de cancelar o concerto de um músico judeu norte-americano, após ele não ter respondido a uma exigência para que esclarecesse sua posição sobre a criação do Estado Palestino. 

O cancelamento da apresentação de Matisyahu no festival Rototom Sunsplash, no leste da Espanha - após pressão de apoiadores de sanções contra Israel por conta de suas políticas contra palestinos - gerou também manifestações de grupos judaicos. 

A Espanha disse rejeitar campanhas de boicote e qualquer sinal de antissemitismo, ao passo que reiterou seu apoio para um Estado Palestino independente através de negociações bilaterais.

“Impor uma declaração pública (de Matisyahu) coloca em questão o princípio de não-discriminação sobre o qual todas as sociedades plurais e diversas se baseiam”, disse o Ministério de Relações Exteriores da Espanha em comunicado nesta terça-feira.

Matisyahu, que mistura reggae, hip-hop e rock com influências judaicas em suas músicas, deveria se apresentar no Rototom no próximo sábado. O festival é realizado em Benicassim, próximo a Valência.

(Por Tracy Rucinski)

 
Músico judeu Matisyahu posa para foto em Los Angeles.  16/6/2009.   REUTERS/Mario Anzuoni