Festival de Veneza espera manter fama de "pé quente" para Oscar

terça-feira, 1 de setembro de 2015 17:01 BRT
 

Por Michael Roddy

VENEZA (Reuters) - O Festival Internacional de Cinema de Veneza tem visto filmes que estreiam ali ganhando estatuetas do Oscar, incluindo o de melhor filme em 2014 para "Birdman", e torce para manter a fama de "pé quente" quando o filme-catástrofe "Everest" inaugurar a 72ª edição do evento na quarta-feira.

"Everest" foi dirigido pelo relativamente desconhecido islandês Baltasar Kormakur, mas pode se vangloriar de um elenco estelar, incluindo Jake Gyllenhaal, Keira Knightley e Josh Brolin, reencenando um desastre real que vitimou várias expedições na montanha mais alta do mundo em 1996, e ainda por cima filmado em 3D.

O drama não concorre ao Leão de Ouro, o principal prêmio, mas é o tipo de filme que o diretor do festival, Alberto Barbera, busca para abrir o evento. "Birdman" não foi seu único achado, já que no ano anterior ele deu espaço a "Gravidade", também vencedor do Oscar.

"A coisa mais difícil é identificar o filme para a noite de abertura, porque é uma espécie de categoria especial de filme", disse Barbera à Reuters em entrevista. "Tem que ser espetacular o suficiente, não muito violento, porque a plateia da noite de abertura é diferente daquela do resto do festival."

"Ela é feita de convidados, representantes de instituições públicas, autoridades, seja o que for, não cinéfilos, então você tem que encontrar uma mistura de elementos que combine as muitas expectativas da plateia", afirmou.

Barbera está orgulhoso não só de ter conseguido "Everest", que será exibido fora da competição, mas também por atrair uma série de filmes, diretores e atores de prestígio para um festival que, em certos círculos do cinema, antes de Barbera assumir as rédeas alguns anos atrás, era visto como naufragando nas águas junto a Veneza.

Entre os principais filmes na competição estão "The Danish Girl", que traz o premiado ator Eddie Redmayne no papel de um transgênero, a cinebiografia do diretor israelense Amos Gitai sobre Yitzhak Rabin, "Rabin, the Last Day", e "Beasts of No Nation", estrelado por Idris Elba, de "Mandela: O Caminho Para A Liberdade" e baseado em um romance sobre uma criança-soldado na África.

(Reportagem adicional de Mike Davidson)

 
Mulher passa com seu carrinho de bebê em frente ao logo do Festival de Cinema de Veneza, na Itália, nesta terça-feira. 01/09/2015 REUTERS/Manuel Silvestri