Amazon trata de religião em nova série "Hand of God"

sexta-feira, 4 de setembro de 2015 20:06 BRT
 

LOS ANGELES (Reuters) - "Hand of God", uma série estrelando um juiz que combate a corrupção e explora o fanatismo religioso é a mais recente aposta da Amazon para atrair clientes para seu serviço de programação original em vídeo.

Todos os dez episódios da série fizeram sua estreia na sexta-feira para assinantes do Amazon Prime.

No episódio de abertura, o juiz Pernell Harris (Ron Perlman) aparece em uma fonte pública, nu e falando línguas desconhecidas, após seu filho adulto tentar cometer suicídio e ser hospitalizado.

A série foi concebida como uma exploração do fanatismo, disse o criador Ben Watkins e evoluiu como um estudo do extremismo religioso no contexto de um grupo de culto de um Cristo renascido que ajuda o juiz.

"Havia uma parte de mim que realmente queria explorar ao que estou chamando de 'culto de ambivalência' que eu sinto que permeia os EUA agora", disse Watkins em uma entrevista.

"Hand of God" é um em uma série de novos programas que serão lançados no Amazon Prime para clientes que pagam 99 dólares por ano, normalmente para vantagens como frete grátis, mas também para acesso ao conteúdo dos estúdios Amazon.

(Por Piya Sinha-Roy)