Após 50 anos no cinema, diretor italiano Bellocchio demonstra calma em Veneza

terça-feira, 8 de setembro de 2015 18:30 BRT
 

Por Hanna Rantala

VENEZA, Itália (Reuters) - O diretor italiano Marco Bellocchio, de 75 anos, cujo mais recente filme "Sangue del Mio Sangue" estreou no Festival de Cinema de Veneza, disse nesta terça-feira que depois de meio século na indústria dos filmes que tais eventos são para ele como um passeio.

"Estou participando ativamente e também sou afetado emocionalmente, mas com uma certa sensação de calma", disse Bellocchio em entrevista à Reuters.

"Seja o que aconteça, não acho que eu vá ficar muito desapontado", disse ele a respeito do seu novo filme, que é um dos 21 longas que competem pelo prêmio Leão de Ouro a ser anunciado no sábado.

O filme é baseado em uma história real de Bobbio, cidade natal de Bellocchio, ao sul de Milão, sobre uma aristocrata do século 17 que se torna freira e é acusada de bruxaria após seduzir um padre e, em seguida, seu irmão gêmeo, um oficial do Exército.

Bellocchio escalou seu filho Pier Giorgio para interpretar o papel masculino principal e sua filha Elena em um papel menor. Seu irmão Alberto também aparece no filme como um cardeal.

A narrativa se alterna entre o século 17 e os tempos atuais, mas ao mesmo tempo em que é contada uma história de bruxaria e amor, o filme também aborda outros temas tratados anteriormente na longa carreira de Bellocchio no cinema, disse Pier Giorgio.

"Estamos falando de uma pessoa que tem feito filmes há 50 anos, e ele fez um grande número de filmes, que lidaram com diferentes questões. Neste longa, acho que você pode encontrar um resumo de todos eles", disse Pier Giorgio.

 
Diretor italiano Marco Bellocchio durante festival de Veneza de 2012, na Itália. 05/09/2012 REUTERS/Tony Gentile